Destaques Geral Local Política

Em debate, Carlos Henrique se mostra o mais preparado para assumir a presidência da OAB-PI

“É chegada a hora de um advogado combativo, que conheça a realidade do dia a dia de cada advogado e de cada advogada, que tenha independência e não tenha amarras.” Esse foi o tom do discurso do advogado Carlos Henrique, em debate promovido nesta quarta-feira (10) pelo Grupo Meio Norte de Comunicação entre os candidatos que disputam a presidência da Seccional Piauí da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PI), cuja eleição ocorre no próximo dia 21 de novembro.

Na opinião de grande parte de advogados que acompanharam o debate, Carlos Henrique se mostrou o mais preparado para assumir a Ordem, pela sua capacidade de diálogo, conhecimento da realidade da categoria, sendo aquele que tem mais empatia e que incorpora o sentimento de mudança na instituição. Prova disso é que após o debate, grande parte dos profissionais da advocacia piauiense que ainda estava indecisa declarou voto ao candidato da Chapa 2. Mesmo porque a categoria vem sentindo que ele representa renovação, merecendo o voto útil, inclusive dos jovens advogados, para os quais o candidato garante protagonismo e o atendimento de suas demandas, caso seja eleito.

Sem agredir os adversários durante o debate, Carlos Henrique centrou suas respostas de acordo com as suas propostas, que incluem, ainda, levar a efeito a valorização da mulher advogada e a melhoria dos honorários da categoria.

Além disso, Carlos Henrique defende com intransigência as prerrogativas dos advogados e das advogadas do Piauí, como vem propagando durante sua campanha na capital e no interior do estado. E mostrou isso no debate, quando destacou que vai lutar pela interiorização da instituição, bem como ampliar os serviços da Caixa de Assistência dos Advogados do Piauí (CAAP).

Disse ainda Carlos Henrique que pretende desenvolver o aplicativo da OAB para que os profissionais da advocacia possam acionar de qualquer município a fim de buscar respostas e soluções para demandas. O candidato da Chapa 2 declarou ainda que cada subseção terá um advogado contratado, via teste seletivo, para defender a advocacia e, em especial, as prerrogativas.

Jogo do Poder