Destaques Local Política

Em assembleia geral, professores da rede de ensino de Teresina decidem manter a greve

Em assembleia virtual realizada na última sexta-feira, 11, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina (Sindserm) decidiu manter a greve na rede municipal de ensino, conforme decisão dos profissionais que fazem o magistério teresinense. A paralisação ocorre desde março deste ano. Eles exigem da Prefeitura e da Secretaria Municipal de Educação (Semec) a negociação sobre os sete meses de retroativo do Piso dos Professores, mudança de nível e titulação, bem como estrutura para as atividades remotas. Exigem, também, respeito às medidas legais impostas pelo Ministério do Trabalho, no sentido de evitar a exclusão de professores, alunos e pais de alunos do cotidiano escolar.

O presidente do Sindserm, Sinésio Soares, em entrevista virtual a este Portal Jogo do Poder, disse que é difícil organizar uma assembleia geral de forma virtual, por conta da péssima qualidade dos serviços de internet na capital, tornando a tarefa um desafio, com resultado imprevisível. “A mobilização foi virtual, mas também foi realizada nos locais onde o serviço público está funcionando de maneira presencial. O resultado foi muito satisfatório, pois 251 servidores e servidoras se habilitaram preenchendo a frequência para o evento, embora dezenas destes tenham enfrentado problemas de acesso, queda de internet e outras questões técnicas. Porém, o debate fluiu muito bem e foram aprovados vários encaminhamentos”, disse.

A categoria também aprovou manifestação pelo Dia Nacional de Educação em Defesa da Vida, nessa terça-feira, dia 15 de setembro, na parte da manhã, em frente à Semec. Os professores vão exigir negociação da pauta da greve, estrutura das atividades remotas, fim das reposições ilegais e do assédio moral. A categoria formou comissão com representantes da base da categoria e da direção para realizar reunião com a direção do Instituto de Previdência do Município de Teresina (IPMT-Saúde).

Outra assembleia geral da categoria foi agendada para o dia 9 de outubro.

Redação