Destaques Geral Local

Educação de Teresina – Alunos da rede municipal são preparados apenas para o Ideb e não em todas as disciplinas, afirma Fábio Novo

O pré-candidato a prefeito de Teresina pelo Partido dos Trabalhadores (PT), deputado estadual Fábio Novo, fez duras críticas à gestão da Prefeitura da Capital na área da educação e acusou que os alunos da rede municipal de ensino só são preparados para tirarem boas notas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e não para as séries posteriores.

De acordo com o pré-candidato, no ano em que são aplicadas as provas do Ideb, os alunos são intensamente treinados em português e matemática, conseguindo bons resultados. Mas no ano em que não há prova do Ideb, essa aprovação cai em cerca de 80%. “Os alunos que saem da rede municipal e ingressam no 1º ano do ensino médio têm reprovação de 25%, isso porque não tiveram uma boa base em todas as disciplinas. Isso precisa ser corrigido”, avaliou Fábio Novo.

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, saiu em defesa da educação municipal e disse que Fábio Novo estaria fazendo demagogia em véspera de eleição. E afirmou que a Prefeitura tem construído uma escola cada vez mais de melhor qualidade, valorizando professores, apoiando diretores, com a presença das famílias, com a liderança forte de técnicos. Por outro lado, os professores da rede estão em greve desde março deste ano, reivindicando cumprimento constitucional de reajustes salariais, melhores condições de trabalho e acusando a gestão de agir com terrorismo contra os profissionais da educação.

Pré-candidatura

O pré-candidato Fábio Novo afirmou que forças estranhas estariam agindo para que ele desista da sua caminhada rumo às eleições para a Prefeitura de Teresina. Ele negou qualquer possibilidade de desistir da sua pré-candidatura, ressaltando que tem projeto para Teresina.

“Eu não vou desistir. Na minha história não existe ‘desistir’. Parece que têm medo do novo, medo do Fábio Novo. Essas forças, inclusive umas de dentro do próprio governo, têm medo do Fábio Novo. Não faço mal a ninguém. Não precisa ter medo do Fábio Novo. Tenho direito de disputar. Vou até o fim. Nem que seja sozinho. Quem quiser me seguir pode vir. Quem não quiser escolha o caminho que quiser. A minha história me credencia a ser prefeito”, afirmou.

De acordo com Fábio Novo, os partidos que compõem a base aliada do governo precisam entender que cada um tem direito de lançar seus candidatos. “Se entendem que o Fábio Abreu é um bom nome, isso é ótimo. Ele tem o direito de ser. E o Fábio Novo não tem o direito de sufocar o Fábio Abreu. Dr. Pessoa também é do mesmo jeito. Havendo uma candidatura do partido do governador, o correto é que o governador pode apoiar os demais pré-candidatos da base, no segundo turno. No primeiro turno, cada partido marcha com sua candidatura. No segundo turno, sentamos para conversar”, frisou.

Lula na pré-campanha

Em reunião virtual semana passada com 28 pré-candidatos do PT ao cargo de vereador de Teresina e com o pré-candidato a prefeito, deputado Fábio Novo, com a participação do governador Wellington Dias, foi discutida a participação do ex-presidente Lula, expoente do PT, na pré-campanha.

O partido tem a certeza de que a presença de Lula e do governador Wellington Dias pavimentará o caminho de Fábio Novo em direção às convenções, podendo obter um percentual de 15% nas pesquisas.  No último levantamento, feito pelo Instituto Amostragem, o pré-candidato aparece na quarta colocação, com 5,29% na pesquisa de intenção de voto estimulada. As convenções ocorrerão entre 31 de agosto e 16 de setembro. A participação de Lula poderá ser virtual ou presencial.

Estratégia

Na reunião, foram debatidas estratégias no sentido de informar à população obras importantes realizadas pelo governo petista em Teresina. Para o vereador Dudu Borges, do PT, a Prefeitura de Teresina se apropria de obras que são do governo estadual e são realizadas graças ao partido. O povo precisar saber disso”, afirmou.

Redação