Geral Internacionais Política

Democratas dos EUA planejam votar limite da dívida após Biden sugerir mudanças

Os democratas do Senado dos Estados Unidos devem tentar de novo hoje ampliar a autoridade de empréstimo do governo para evitar um calote catastrófico, depois que o presidente Joe Biden sugeriu que eles podem mudar as regras da Casa para contornar uma obstrução republicana.

Há meses os republicanos se recusam a ajudar a elevar o limite de empréstimo de 28,4 trilhões de dólares, tentando em vez disso forçar os democratas a usarem uma manobra parlamentar diferente para fazer isso na expectativa de marcar pontos com os eleitores.

Faltando menos de duas semanas para o Departamento do Tesouro provavelmente ficar sem dinheiro para atender aos gastos do governo, os democratas avaliam todas as suas opções.

Biden disse na terça-feira ser uma “possibilidade real” que os democratas possam usar sua pequena maioria para derrubar a regra de obstrução do Senado que exige que 60 dos 100 membros da Casa concordem em aprovar a maior parte das legislações.

Biden, que foi senador, havia se oposto anteriormente a mudanças nas regras de obstrução, cujo objetivo é ajudar a manter a estabilidade do governo através dos ciclos eleitorais.

Se os democratas prosseguirem, eles podem facilmente suspender o teto da dívida antes do prazo de 18 de outubro. Isso evitaria o risco de um calote e lhes permitiria focar em aprovar dois grandes projetos de gastos que compõem a maior parte da agenda doméstica de Biden.

Jogo do Poder

Fonte: AFP