Destaques Geral Local Política

Coordenadoria da Mulher lança campanha “Ei, mermã no Enfrentamento ao Feminicídio. Denuncie”

A Coordenadoria de Estado de Políticas para as Mulheres (CEPM) lançou a campanha “Ei, mermã no Enfrentamento ao Feminicídio. Denuncie”. Entre os dias 24 e 28 de maio, às 10h, na página de Facebook cepmpiaui, serão promovidas rodas de conversa e debates sobre o enfrentamento ao feminicídio no Estado do Piauí envolvendo órgãos setoriais e movimento social.

A programação contará com os temas: A investigação dos feminicídios na perspectiva de gênero; Ei mermã, na luta contra o feminicídio; Ei mermã, se liga na Lei do Feminicídio; Políticas Públicas e Violência contra a mulher; Webinário As Vozes dos Movimentos no Enfrentamento ao Feminicídio no Piauí. A programação é gratuita para a sociedade.

A CEPM tem como objetivo alertar a sociedade que é preciso dialogar com a Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica do Estado do Piauí para que sejam desenvolvidas ações, projetos, políticas públicas que permitam que a mulher saia do ciclo de violência e principalmente, não seja mais uma vítima do feminicídio. A conscientização tem como objetivo ir além do 27 de maio, Dia Estadual de Combate ao Feminicídio.

O crime de feminicídio é o assassinato de mulheres em razão do gênero, ou seja, pelo simples fato de ser mulher. Segundo o relatório da Secretaria de Segurança do Estado do Piauí, somente nos dois primeiros meses de 2021, foram registrados 1.051 boletins de ocorrência de violência contra a mulher e três feminicídios no estado, tendo um aumento de 50% de casos de violência doméstica, durante o período pandêmico.

A CEPM promove, desde o início da pandemia, a campanha “Ei mermã, você não está sozinha” para que as mulheres possam denunciar as agressões, durante o isolamento social. Apesar de ter contribuído para o enfrentamento à violência, a iniciativa não impediu o crescimento do número de feminicídios no Estado e, por isso, a campanha continua de forma permanente para que as piauienses possam se sentir seguras para fazer a denúncia e serem assistidas pela Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica.

As rodas de conversa têm o objetivo de pensar mais ações, estratégias para o combate ao feminicídio.

Programação:

  • 24/05-10h- Roda de Conversa- a Investigação dos Feminicídios na Perspectiva de Gênero
  • 25/05-10h- Ei Mermã, na Luta Contra o Feminicídio
  • 26/05-10h- Políticas Públicas e Violência Contra a Mulher
  • 27/05-10h- Webinário- As Vozes dos Movimentos no Enfrentamento Ao Feminicídio no Piauí
  • 28/05-10h- Ei Mermã, Se Liga na Lei do Feminicídio

Jogo do Poder