Geral Municipios Política

Conheça os serviços do CTA/SAE Caxias (MA) e da prevenção contra o HIV/Aids

Durante o período da Campanha Dezembro Vermelho, o Centro de Testagem e Aconselhamento/Serviço de Atendimento Especializado (CTA/SAE), intensificam as ações de prevenção e combate ao HIV/Aids e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis, que já acontecem durante todo o ano no município. Em Caxias (MA), o CTA/SAE conta com serviços de testagem, vacinação, farmácia, psicologia, atendimento médico e de enfermagem.

Ana Carla, enfermeira do CTA/SAE, falou sobre o trabalho realizado pela unidade. “Nosso objetivo é promover a saúde, através da prevenção do HIV, sífilis, hepatites virais, além do tratamento das doenças e a reabilitação dos pacientes. Também distribuímos os testes para as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que são nossos parceiros nos diagnósticos dessas patologias”, explica.

O atendimento da unidade abrange tanto os pacientes da zona urbana e rural da cidade, como também de outros municípios da região, como Coelho Neto, Codó, Aldeias Altas, São João do Sóter e outras cidades de todo o país. O CTA/SAE também oferece o serviço de distribuição de medicação para viajantes, ou seja, caso um paciente, tratado em outra região do país, estiver passando uma temporada por Caxias (MA) e precisar da medicação, a unidade pode ofertá-lo.

“Outra ação que fazemos dentro do CTA/SAE é a institucionalização da PEP (O Profilaxia Pós-Exposição). É direcionado aos pacientes que tiveram perfuração com material perfurocortante, como os profissionais de saúde, que dependendo do tipo de perfuração, vamos instituir um tratamento precoce para aquele paciente. Da mesma forma, a PEP (Profilaxia Pós-Exposição) é para pessoas que tiveram relação sexual sem camisinha e estão com dúvidas sobre o parceiro. O tratamento é realizado durante 28 dias, onde o paciente toma a medicação e realiza o acompanhamento pelos exames. Além do mais, realizamos o autoteste, onde a pessoa recebe um kit e faz em casa o procedimento da forma que explicamos como é desenvolvido. Importante destacar que o teste de HIV precisa voltar para o CTA para realmente sabermos se o resultado foi positivo ou negativo. Primeiramente divulgamos para os grupos prioritários”, comenta Ana Carla, enfermeira do CTA/SAE.

Suzana Bezerra, da administração do CTA/SAE, destacou que o atendimento é feito com discrição para que o paciente possa se sentir à vontade.

“O atendimento não precisa de agendamento, quem estiver precisando e se sentir à vontade ou tenha a necessidade de fazer a testagem só precisa trazer o cartão do SUS, a identidade e se dirigir à nossa recepção. De acordo com o seu diagnóstico, ele já pode começar o tratamento aqui mesmo. Temos vários profissionais trabalhando para que as pessoas se sintam acolhidas e com a privacidade preservada, se sentindo bem e confortável”, disse.

O jovem Ricardo Rui, autônomo, esteve na unidade para fazer a testagem para HIV e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis e ressaltou a importância da prevenção, “O HIV é uma doença muito perigosa, as pessoas tem que se prevenir, usar preservativo e fazer o teste rápido”, finalizou.

Fonte: PMC