Destaques Geral Local Política

“Choque de Gestão?”: Fábio Novo vê contradição nas promessas de Kleber Montezuma

O candidato a prefeito de Teresina pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Fábio Novo, disse que o candidato pelo PSDB, Kleber Montezuma, é um poço de contradição quando afirma, em seus discursos de campanha, que vai fazer um “choque de gestão” quando assumir a administração municipal. Só que o candidato tucano, ao mesmo tempo, tem afirmado que vai dar continuidade à gestão do seu tutor, prefeito Firmino Filho, do mesmo partido.

Fábio Novo lembra que Kleber Montezuma integra a gestão tucana em Teresina desde 1986, passando como gestor de várias secretarias, por último, na Educação municipal, cuja gestão vem sendo reprovada pelos professores, que estão em greve, há sete meses.

Vale destacar que a gestão do ex-secretário de Educação vem sendo reprovada também pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) por suspeita de desvio e não aplicação correta dos recursos do Fundo de Manutenção de Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), conforme pode ser constado em matéria publicada neste portal Jogo do Poder.

“É contraditório o candidato Kleber dizer que vai fazer um choque de gestão quando ele diz que vai assumir e dar continuidade à gestão que está aí. A gestão que está aí, em 40 anos, não resolveu o problema de uma simples consulta para a população. E o Kleber vai falar em choque de gestão na Saúde?”, questionou Fábio Novo.

O candidato petista destacou levantamento feito pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), em parceria com a ONG Contas Abertas, em que revela que a capital piauiense é a que mais gasta com saúde no Brasil. Novo, no entanto, acusou a prefeitura de gastar mal o dinheiro da saúde.

“Teresina gasta mal seu dinheiro com Saúde. Tem um orçamento bilionário de 1,2 bilhão por ano e não consegue nesses anos todos resolver o problema de uma simples consulta médica”, disparou Fábio Novo.

O candidato do PT ressaltou também que Kleber Montezuma promete colocar em funcionamento 40 campos de produção em Teresina, mas que a gestão tucana não se preocupa com a produção de alimentos na capital.

“Teresina é uma vergonha em relação à produção de alimentos e essa gestão que está aí nunca se preocupou. Teresina só produz 200 gramas de alimento por habitante para um ano, são 165 mil toneladas de alimentos para quase 900 mil pessoas. Isso é muito pouco. Temos 40 campos de produção que estão abandonados”, seguiu Novo.

“O candidato agora copia nossa proposta que é levar tecnologia, energia limpa para que a água que tem nesses poços de campos de produção seja captada por energia solar. O candidato da situação está copiando a oposição, dizendo inclusive que vai fazer choque de gestão na Saúde, coisa que eles nunca fizeram nesses 40 anos”, finalizou o candidato.

Redação