Geral Municipios Política

Caxias (MA) – Profissionais da UVZ passam por capacitação visando encoleiramento de cães

Coordenadores da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) de Caxias participaram nos dias 22 e 23 de novembro, de uma capacitação promovida pelo Departamento de Controle de Zoonoses, por meio do Programa de Controle de Leishmaniose do Estado do Maranhão em parceria com o Ministério da Saúde, para tratar sobre as metodologias e estratégias de campo que serão desenvolvidas nas ações de encoleiramento de cães.

A ação de encoleiramento é feita com coleiras impregnadas com inseticida “deltametrina 4%”, para controlar a disseminação da leishmaniose visceral (calazar). Segundo o Ministério da Saúde, a estratégia de uso das coleiras em cães se baseia na abordagem Saúde Única, que visa proteger a saúde dos animais e dos seres humanos.

A Coordenadora do Núcleo de Educação em Saúde, Planejamento e Epidemiologia da UVZ, Maryanne Santos, explicou sobre o uso da coleira com deltametrina 4% no combate a leishmaniose. “No meio urbano, a principal fonte de infecção da doença é o cão doméstico e essas coleiras, a partir do momento que são colocadas no animal, têm a ação repelente contra o vetor transmissor da doença, que é o flebótomo. Então, o cão vai estar protegido da doença e consequentemente vai proteger o ser humano”, disse.

Maryanne Santos também falou sobre os assuntos abordados na capacitação. “Foi tratada toda a parte teórica, todo passo a passo das ações que serão realizadas em campo, além disso também fizemos a parte prática. Todas as dificuldades que foram encontradas e qualquer situação que possa ocorrer foi tratada na capacitação para que de fato não ocorra nenhum problema e nossas ações se tornem efetivas na diminuição do registro de casos da leishmaniose visceral, tanto nos cães, quanto nos humanos”, finalizou a coordenadora do Núcleo de Educação em Saúde, Planejamento e Epidemiologia da UVZ.

Jogo do Poder

Fonte: PMC