Geral Municipios Política

Carreta da Mulher Maranhense inicia atendimentos na Praça do Pantheon e segue até sábado (30)

Em Caxias, na manhã desta quinta-feira (28), tiveram início os atendimentos de saúde, beleza, orientações jurídicas, entre outros, oferecidos pela Carreta da Mulher Maranhense. A Unidade Móvel está instalada na Praça do Pantheon, em frente ao Centro de Cultura. A ação é uma parceria entre o Governo do Estado do Maranhão e a Prefeitura de Caxias, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres. Os atendimentos vão ser realizados até este sábado (30).

Entre os serviços oferecidos estão: mamografia, exame preventivo, vacinação, consultas com equipe multiprofissional, serviços de beleza, oficinas, exposição de artesanato, palestras e orientações jurídicas.

A coordenadora da Carreta da Mulher Maranhense, Elis Cabral, explicou sobre os serviços que serão ofertados. “Vamos ficar três dias em Caxias, oferecendo serviços de prevenção, mamografia, testes rápidos, glicemia e aferição de pressão. Em parceria com o município, serão oferecidas também consultas médicas, além dos outros serviços que o município está agregando nessa ação. A carreta passa pelas cidades levando os serviços de saúde e informação, que são tão importantes quanto os exames, que são as palestras de conscientização sobre os nossos direitos, em relação a Lei Maria da Penha”, detalhou.

Andreia Almeida, coordenadora da Saúde da Mulher, também falou sobre os serviços que serão oferecidos. “Nós temos uma gama de serviços, principalmente da equipe multiprofissional, consulta médica, de enfermagem, além de testes rápidos. Temos procedimentos, como aferição de pressão arterial, verificação de glicemia e vacinação, principalmente a da covid-19. Para que todas as mulheres aproveitem os serviços aqui no município”, disse.

Rita Maria, que procurou os serviços da carreta lembrou que a mortalidade pelo câncer de mama ainda é alta devido a falta de prevenção. “Ainda existem muitas pessoas sem conhecimento, que são mal informadas e não querem fazer os exames, por isso que existe muita mortalidade de câncer de mama e colo do útero”, destacou.

Mônica Gomes, secretária Municipal de Saúde, ressaltou o trabalho de prevenção desenvolvido durante a Campanha Outubro Rosa. “A Prefeitura de Caxias, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, desde o dia 1° de outubro tem uma programação especial no mês do combate ao câncer de mama. Aproveitamos e fizemos um rastreamento ao câncer do colo do útero. Nossa missão é sensibilizar as mulheres quanto ao seu papel para o autocuidado. Ela precisa procurar os serviços de saúde para que consiga diagnosticar precocemente e fazer o tratamento, caso seja necessário. A parceria com o Governo do Estado vem incrementar os serviços já existentes e marcar a presença do estado em nosso município”, frisou.

Márcia Marinho, secretária Municipal de Política para as Mulheres, fez um balanço do resultado da Campanha Outubro Rosa em Caxias. “Nosso município está de parabéns, porque a administração pública, a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, a Secretaria Municipal de Saúde e as demais secretarias que nos dão apoio, fizeram todo o possível para levar às nossas mulheres a prevenção ao combate do câncer de mama, do câncer do colo de útero, hipertensão arterial, diabetes, problemas de ordem mental como ansiedade e depressão, tudo foi trabalhado e o resultado foi muito positivo”, ressalta.

O prefeito de Caxias, Fábio Gentil, destacou que a parceria do município com o Governo do Estado é a demonstração do compromisso com a saúde da mulher caxiense. “Esse é um serviço que é executado durante todo o ano em Caxias, mas no mês de outubro intensificamos essas ações. A parceria com o Governo do Estado é uma demonstração de compromisso e responsabilidade com a mulher, mostrando acima de tudo, que não tem idade certa, a mulher precisa fazer a saúde preventiva, pois a prevenção é a única forma de encontrar as possíveis soluções para o câncer de mama, que é uma das doenças que mais mata as mulheres, não só no Brasil, mas no mundo todo”, disse.

Jogo do Poder

Fonte: PMC