Geral Municipios Política

Campanha Janeiro Branco alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em Caxias (MA)

A Campanha Janeiro Branco vai iniciar nesta segunda quinzena do mês de janeiro de 2022, visando trabalhar a saúde mental. Por enquanto, os trabalhos são realizados internamente.

“Os Centros de Atenção Psicossocial, a Rede de Atenção Psicossocial e os CAPS, vão iniciar a Campanha na segunda quinzena de janeiro, uma vez que na primeira quinzena os trabalhos estão sendo organizados”, destaca Luís Fernando, coordenador da Rede de Atenção Psicossocial.

O período pandêmico intensificou a procura pelos serviços de Psicologia e Psiquiatria no município. Foram mais de 24 mil atendimentos somente em um dos Centros de Atenção Psicossocial, o CAPS AD.

“Os dados eram crescentes e a pandemia só acelerou esse processo, o que aponta uma necessidade maior de cuidado com a saúde mental. Há muitas pessoas que nem sabem que estão com sinais de adoecimento mental, acham que pode ser um AVC, coração, e nunca de saúde mental. Nós temos que ter a consciência que nós não somos só corpo, somos mente também e se a mente não vai bem, nenhum lugar do corpo irá bem”, reforça Luís Fernando, coordenador da Rede de Atenção Psicossocial.

Os pacientes buscam os serviços por diversos motivos, entre eles a solução para problemas de ansiedade, depressão, síndrome do pânico, transtornos de personalidade, esquizofrenia e hiperatividade, além de comportamentos autolesivos e outras situações. Atualmente, Caxias (MA) conta com três CAPS dentro da Rede de Atenção Psicossocial.

“Há uma possibilidade de mais pessoas serem atendidas. A questão é que muitos não procuram o serviço. Por algum preconceito, tabu ou por desconhecimento do bom atendimento ao público que oferecemos. Prestamos assistência de várias formas, podendo ser demanda espontânea ou encaminhado. Ocorre também da pessoa ir na UBS e ser encaminhado. Ou ainda, a pessoa ir ao hospital e também ser encaminhado. No município, o serviço pode ser encontrado no CAPS 03, localizado no bairro São Francisco, próximo a UBS do bairro, que funciona 24h, além do CAPS AD 03,  destinado às pessoas que tem a dependência do álcool ou outras drogas. Esse último funciona no bairro Salobro, ao lado da AABB. Outra unidade é o CAPS Infantojuvenil para crianças, adolescentes e jovens até 17 anos, na Rua Manoel Gonçalves, no centro da cidade”, explica Luís Fernando, coordenador da Rede de Atenção Psicossocial.

Fonte: PMC