Geral Nacionais Política

Bolsonaro é internado em SP por suspeita de obstrução intestinal

Com suspeita de nova obstrução intestinal, o presidente Jair Bolsonaro (PL) foi internado no hospital Vila Nova Star, na zona sul de São Paulo, nas primeiras horas de hoje (3). A informação foi confirmada ao UOL pelo médico-cirurgião Antônio Luiz Macedo, que operou Bolsonaro após a facada que levou no abdome, em setembro de 2018, e acompanha o quadro do presidente.

Macedo, que está em viagem nas Bahamas, afirmou que voará à capital paulista na manhã de hoje para tratar Bolsonaro e que deve desembarcar em São Paulo na parte da tarde. A Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social) informou que Bolsonaro deu entrada na unidade de saúde após sentir desconforto abdominal. Sem previsão de alta, ele passa bem, segundo a Secom.

O presidente, diz o médico, está sob tutela de sua equipe e, como o quadro ainda é investigado, não se sabe se uma cirurgia será necessária.

A suspeita, por enquanto, é de uma nova obstrução intestinal —tecnicamente chamada de “suboclusão intestinal”, diz Macedo. “Ele fará tomografia e mais exames para sabermos o que há no abdômen. Ainda não sabemos, mas pode ser causado, por exemplo, por um alimento mal mastigado, entre outros fatores”, afirmou à reportagem.

Boletim médico do hospital Vila Nova Star confirma que o presidente foi internado com quadro de “suboclusão intestinal”. A nota diz que o estado de saúde dele é estável, porém Bolsonaro não tem previsão de alta.

Em julho de 2021, Bolsonaro ficou quatro dias internado no hospital Vila Nova Star para tratamento de uma obstrução intestinal. À época, os médicos cogitaram uma intervenção cirúrgica, que foi descartada depois que o intestino do presidente voltou a funcionar normalmente.

A aeronave da FAB (Força Aérea Brasileira) que levava Bolsonaro de Santa Catarina, onde o presidente passou uns dias de folga, pousou no aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, no começo da madrugada desta segunda-feira. De lá, a comitiva presidencial seguiu para o hospital Vila Nova Star.

O presidente foi criticado por viajar de folga para Santa Catarina, enquanto o estado da Bahia enfrenta as consequências das fortes chuvas que atingiram o estado nos últimos dias de dezembro: até o presente momento, foram registradas 25 mortes e 151 cidades estão em situação de emergência.

Cirurgias após a facada

O cirurgião Antônio Luiz Macedo operou Bolsonaro após a facada que levou no abdome, em setembro de 2018, na cidade de Juiz de Fora (MG), durante um ato de rua de sua campanha presidencial.

Desde então, o presidente esteve internado em hospitais em algumas ocasiões para realizar cirurgias e exames.

6 de setembro de 2018 – Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora (MG): O candidato Jair Bolsonaro se submete a uma operação de urgência após ser atacado por uma facada de Adélio Bispo em ato de campanha;

12 de setembro de 2018 – Hospital Albert Einstein, em São Paulo: Bolsonaro passa por nova cirurgia de emergência em razão de uma complicação causada pela aderência das paredes do intestino;

28 de janeiro de 2019 – Hospital Albert Einstein, São Paulo: já na Presidência da República, Bolsonaro se submete a uma nova cirurgia para retirada da bolsa de colostomia;

8 de setembro de 2019 – Hospital Vila Nova Star, São Paulo: nova cirurgia para correção de uma hérnia incisional na região da área atingida pela facada;

25 de setembro de 2020 – Hospital Vila Nova Star, São Paulo: retirada de cálculo na bexiga;

14 de julho de 2021 – Hospital Vila Nova Star, São Paulo: Bolsonaro ficou quatro dias internado no hospital Vila Nova Star para tratamento de uma obstrução intestinal.

Fonte: UOL