Geral Internacionais Política

Biden apoia compensação a famílias de migrantes separadas por política de Trump

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse neste sábado (6) que concorda em conceder compensação financeira às famílias de migrantes que se “perderam” de seus filhos devido à política de “tolerância zero” à migração aplicada por seu antecessor, Donald Trump.

“Se por causa da política aberrante do governo anterior, quando você cruzou a fronteira, legal ou ilegalmente, e perdeu seu filho, que desapareceu, você merece alguma forma de compensação, independentemente das circunstâncias”, disse Biden em uma conferência de imprensa após a aprovação de seu plano abrangente de investimentos em infraestrutura.

“Que forma vai ter, eu não tenho ideia.”

O Wall Street Journal publicou no início de outubro que o Departamento de Justiça e o Departamento de Segurança Interna estavam em processo de negociação com famílias de migrantes que entraram com ações judiciais para acordos financeiros de até US $ 450.000 por pessoa. Biden negou os valores.

“Os números divulgados pela mídia são maiores do que aqueles que podem ser alcançados por qualquer acordo”, disse a porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, na quinta-feira.

O presidente democrata prometeu durante sua campanha uma política de imigração mais “humana” após a era Trump.

A política de “tolerância zero” consistia em iniciar processos criminais contra quem entrou ilegalmente na fronteira com o México.

Como consequência, os pais foram colocados em centros de detenção sem seus filhos e algumas famílias nunca foram reunidas.

Um total de quase 4.000 crianças migrantes foram separadas de suas famílias. Mais de 2.000 ainda não haviam se reunido com seus parentes no início de junho de 2021.

Jogo do Poder

Fonte: AFP