Destaques Geral Municipios Política

Alunos do assentamento Marrecas alcançam até 960 pontos na redação do Enem

Alunos da Unidade Escolar Paulo Freire comemoram as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 alcançando até 960 pontos na redação. A escola fica localizada no assentamento Marrecas e é jurisdicionada à 12ª Gerência Regional de Educação, em São João do Piauí. Os estudantes agora buscam uma colocação em uma universidade por meio do Sistema de Seleção Unificado (Sisu) que iniciou as inscrições nessa terça-feira (6).

Suely Lopes, coordenadora pedagógica da escola, explica que apesar do número reduzido de estudantes, 66, por se tratar de uma unidade de ensino situada na zona rural, a escola de ensino médio regular tem a melhor nota do Ideb no município de São João.

“Ultrapassamos a meta de 3.1 para o Ideb 2019 alcançando a nota 3.8. O programa Jovem de Futuro auxiliou nas ações desenvolvidas durante o ano de 2020, bem como todos os programas de apoio ao estudante no ingresso ao ensino superior. Nossos estudantes conseguiram boas médias no Enem que vão de 600 a 900 pontos na redação. Conversamos sempre com eles sobre a importância do Enem, pois é a oportunidade de acesso ao ensino superior, e estamos incentivando, fazendo visitas, sempre cumprindo com os protocolos sanitários”, destaca a coordenadora.

A escola participa de todo o processo, desde a inscrição do aluno no Enem até a inscrição no Sisu. Uma ação contínua de comunicação com pais, gestores, professores e comunidade escolar.

“Temos muitas dificuldades no acesso às tecnologias, pois na zuna rural não tem internet nem celular. Mesmo assim, trabalhamos com material impresso em 2020 e isso não foi um obstáculo para que os alunos estudassem. Então, é gratificante receber esse resultado mesmo nesse período. Aguardamos que todos façam boas escolhas para entrar na universidade”, completa Suely Lopes.

Jorge Júnior Silva comemora os 960 pontos na redação do Enem. O ex-aluno da Unidade Escolar Amadeus Carvalho concluiu o ensino médio na Unidade Escolar Paulo Freire e agora aguarda o resultado do Sisu para conseguir a tão sonhada vaga na universidade.

“Tudo começou assim que saiu a minha nota no Enem 2019 e fui bem, 880 na redação, não esperava, mas o mais importante foi que aquela nota serviu para quebrar uma ideia pré-concebida de que não tinha a capacidade. Aí vi que se eu me dedicasse me sairia bem. Em 2020, me preparei em duas etapas, na primeira observei a estrutura, as competências, o que cada parágrafo pedia, já que a redação é também um processo estrutural, além de criativo. Li muitas redações como modelo tentando observar o método e como a banca considera uma nota mil. Um segundo momento fui praticar, em média, quatro redações por semana, mas aos poucos diminui para duas, para primar pela qualidade. Fiz mais de 60 redações o ano inteiro. Minha reação com o anúncio do resultado foi de total alegria, pois meu esforço do ano inteiro foi coroado. No Sisu quero Psicologia, mas se não der vou continuar buscando até conseguir”, declara o estudante.

Redação Jogo do Poder